terça-feira, abril 04, 2006

Revistados 25 06

Numa altura em que voltam a estar em voga as revisitações musicais como meio de homenagem (vide: Monsieur Gainsbourg Revisited), surge o álbum Revistados 25 06, que celebra os 25 anos de carreira do Grupo Novo-Rock, GNR. Assim sendo, reuniram-se alguns dos nomes mais sonantes da cena Hip-Hop e Reggae nacional para pegar nalgumas músicas da emblemática banda oriunda do Porto e mostrá-la com novas roupagens.
À chamada responderam nomes como Virgul, Melo D, Expensive Soul, Junior ou Nbc. Num ambiente que ora oscila entre o Rap e o Hip-Hop, ora viaja para sons mais jamaicanos entre o Reggae o Chillout, Revistados sofre de uma certa falta de identidade. Não é aliás isso que se pede a um trabalho de homenagem de vários artistas, que se prendeu pela liberdade de abordagem. Pede-se que reconheçamos músicas que se nacionalizaram e que lhes conferamos valor enquanto revisitação.
Meu dito, meu feito. Apresenta-se um trabalho coerente na intenção e, grosso modo, na qualidade, ainda que por vezes à custa da coerência. Com os GNR ora samplados, ora simplesmente cantados de outra forma, ora pegando num som familiar, ora na voz sensual e única de Rui Reininho. Outra mais valia, à parte Hugo Novo ft T-jay, todas as músicas são portuguesas. Boa homenagem aos GNR.
Abrimos o álbum com os Guardiões do Subsolo naquele que se viria a tornar o primeiro single do projecto. Uma revisitação de "Popless", historiada e rappada ao som de um ou outro sample do original. Seguimos com a melhor música de Revistados. Xeg, com a agressividade mordaz que sempre o caracterizou, percebe a essência de "Pós-modernos" e oferece-nos mais uma crítica social com batida simples e, como se pede a um rapper, letra forte. Segue-se a primeira música de registo mais Reggae, ainda com toada suburbana, pegando Nbc primorosamente na melodia de "Bem vindo ao passado". E assim segue o cd, turtuosa mas proficuamente, pelos caminhos afro do Rap e Reggae, até chegar a "Dunas", última faixa, onde Melo D explica o que é a melhor (e a maior) banda Pop de Portugal. É criar um universo novo, que possa mais tarde ser revis(i)tado com o respeito que só os grandes merecem.
Efectivamente. Sem moralizar.
Título: Revistados 25 06
Autor: Vários
Nota: 7/10

1 Comments:

Anonymous Bruno said...

Acho que o CD esta muito bom.
A nota que eu dava era 10/10.

8:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home